Trilhas

Parque Nacional de Aparados da Serra

  • Trilha do Itaimbezinho

O canyon do Itaimbézinho é o mais famoso da região dos aparados da serra.

Um lugar privilegiado pela natureza, onde a imponência das araucárias se alia a verticalidade de seus paredões para formar um cenário de extrema beleza natural.

O parque conta com um centro de visitantes, banheiros, lancheria, estacionamento. Além disso, existe uma central de informações que auxilia os visitantes na orientação das trilhas.

Para conhecer o canyon, basta percorrer duas trilhas, de grau leve de dificuldade que são indicadas para todas as idades.

Na trilha do cotovelo o visitante tem a oportunidade de ver toda extensão do canyon, além de observar as diversas espécies vegetais que formam a mata de araucária.

Na trilha do vértice a atração fica por conta da cachoeira das andorinhas e cachoeira véu de noiva, ambas com elevada profundidade e surpreendente beleza.

Horário de funcionamento: Quarta a Domingo das 9 h às 17 h.

Valor do ingresso: R$ 6,00 por pessoa.

Distância de Cambará do Sul: 18 km.

Distância percorrida nas trilhas: 7,5 km.

O que levar: protetor solar, repelente, água, boné, roupa leve, calçado confortável, máquina fotográfica e mochila pequena.

Nível de dificuldade: fácil, recomendado para todas as idades.

Não deixe de assistir o vídeo sobre o parque, é só solicitar para as recepcionistas, é gratuíto. A trilha do cotovelo é aberta somente até às 15 h.
Procure visitar o canyon pela manhã, pois a possibilidade de ocorrência de neblina é menor. Pessoas com alergia de picadas de insetos devem carregar sempre consigo medicamento adequado.

Canyon Itaimbezinho - lianecastilhos.

Canyon Itaimbezinho - lianecastilhos.

Canyon Itaimbezinho - lianecastilhos.

Canyon Itaimbezinho - lianecastilhos.

  • Trilha do Rio do Boi

O trilha do Rio do Boi é, sem sombra de dúvidas, uma das caminhadas mais emocionantes da região. É a única que permite visualizar o canyon Itaimbézinho pela parte de baixo.

Contam os mais velhos que no inverno o gado vai para as matas da margem do canyon se alimentar de arbustos verdes que resistem a geada e muitas vezes caem abismo abaixo, por isso o rio ser chamado rio do boi.

Estórias a parte, o trekking do Rio do Boi é uma trilha sinuosa que segue recortando o rio por cima de pedras (seixos rolados), exigindo vez ou outra, realizar travessias com água até a altura dos joelhos.

No verão não existe nada mais gostoso do que relaxar nas águas cristalinas do rio, escorregar no tobogam natural ou se deliciar com as cachoeiras que descem o canyon.

Caminhando pela trilha que dá acesso ao rio, é possivel observar a mata atlântica em seu estado único de conservação. Bromélias, cedros, borboletas e uma biodiversidade fenomenal enriquecem o cenário e enchem os olhos com suas formas e cores.

Depois de várias travessias no rio, os paredões magnificos e imponentes do canyon vão se revelando. É o esplendor fulgás do canyon, com seus 720 metros de altura.

Horário de funcionamento: Quarta a Domingo das 9 h às 18 h.

Valor do ingresso: R$ 6,00 por pessoa.

Distância de Cambará do Sul: 50 km.

Distância percorrida na trilha: 12 km.

O que levar: roupa e calçado reserva para retorno após a caminhada, protetor solar, repelente, água, lanche, boné, roupa leve, calçado confortável que possa molhar, máquina fotográfica e mochila pequena.

Nível de dificuldade: médio, não recomendado para menores de 12 anos, pessoas com problemas cardíacos.

Não deixe de experimentar o café rural da Dona Marizalva, solicite para o guia agendar antes do inicio da trilha. É excelente, farto e delicioso. Uma boa opção para repor a energia perdida durante a trilha. Pessoas com alergia de picadas de insetos devem carregar sempre consigo medicamento adequado.

Rio do Boi - lianecastilhos.

Parque Nacional da Serra Geral

  • Trilha do Fortaleza

O Canyon Fortaleza é o mais impressionante da região, pois além de ser o mais extenso é o que possui maior profundidade.

Fortaleza é um universo de tons multidimensionais que insere nosso ser dentro de um mundo particularmente surreal fazendo com que nossas mentes busquem absorver o equilíbrio que existe neste espaço.

Campos dourados enriquecidos de flores diversas, capões de mata de diferentes tons e arroios de água pura que doam para o céu e o sol seus reflexos e impressões enriquecem este cenário sensacional.

Suas cachoeiras parecem estar se dissipando no espaço livre e abrupto do canyon.

O parque não possui nenhuma infraestrutura de apoio a visitação e por isso é considerado um lugar selvagem onde o visitante pode ter um contato mais íntimo com a natureza.

Prepare a mochila, a máquina fotográfica e não deixe de percorrer as trilhas deste canyon, pois, são sensacionais.

Horário de funcionamento: Todos os dias das 8 h às 17 h.

Valor do ingresso: Não é cobrado ingresso.

Distância de Cambará do Sul: 23 km.

Distância percorrida nas trilhas: trilha da pedra do segredo 3 km, trilha do mirante 3,5 km.

O que levar: protetor solar, repelente, água, boné, roupa leve, calçado confortável, máquina fotográfica e mochila pequena.

Nível de dificuldade: fácil, porém as trilhas possuem subidas e descidas e travessia de rio por cima de pedras. Não recomendado para pessoas idosas ou com problemas cardiácos.

Procure visitar o canyon pela manhã, pois a possibilidade de ocorrência de neblina é menor. Pessoas com alergia de picadas de insetos devem carregar sempre consigo medicamento adequado.

Fortaleza - lianecastilhos.

Fortaleza - lianecastilhos.

Fortaleza - lianecastilhos.

  • Trilha Borda Sul Fortaleza

A trilha da borda sul do canyon Fortaleza é o mais completo passeio para visualizar suas encostas e cachoeiras.

Completo porque percorre toda extensão do canyon margeando a face sul.

A trilha inicia no mirante, que é um dos pontos mais altos da região e de onde podemos observar toda a multicolorida paisagem do lugar, formada principalmente pelo planalto recortado de gargantas, cachoeiras e canyons.

O mirante situa-se próximo ao final do canyon, e dele, é possível avistar o mar e a planície litorânea. De lá, a trilha segue pela borda do canyon até a pedra do segredo que fica no início do mesmo.

Neste percurso é possível avistar todas as paredes do canyon, assim como suas cachoeiras.

É uma trilha recomendada para pessoas que querem fugir do passeio tradicional e do movimento de turistas e ter um contato mais próximo com a beleza da região e as impressões que ela causa no consciente de seus observadores.

Horário de funcionamento: todos os dias, das 8 h às 17 h.

Valor do ingresso: não é cobrado.

Distância de Cambará do Sul: 23 km.

Distância percorrida na trilha: 10 km.

Tempo de Caminhada: 5 horas.

O que levar: calçado reserva para retorno após a caminhada, protetor solar, repelente, água, lanche, boné, roupa leve, capa de chuva, agasalho para frio, calçado confortável que possa molhar, máquina fotográfica e mochila pequena.

Nível de dificuldade: médio, não recomendado para menores de 12 anos, pessoas com problemas cardiovasculares.

Fortaleza - lianecastilhos.

Fortaleza - lianecastilhos.

  • Trilha Churriado e Malacara

O trekking da Serra Geral é sem dúvida, o mais impressionante da região. Os olhos se enchem de exuberância diante deste espetáculo de paisagens multicoloridas.

Neste trekking é possível conhecer os canyons do Rio Leão, Corujão, Churriado e Malacara. O caminho segue recortando coxilhas em meio a campos de altitude, nascentes de pequenos cursos d’água e matas repletas de orquídeas.

Com sorte é possivel avistar o oceano atlântico, a planície litorânea e boa parte das encostas da serra geral, além, é claro, dos canyons com suas paredes cinzaesbranquiçadas recortadas por matas de vegetação rupestre.

Recanto natural, outrora habitado por índios Kaingangs que viviam em harmonia com este ambiente, proporciona aos caminhadores, a oportunidade de respirar ar puro e meditar ao som do vento que conduz o olhar para o horizonte.

Prepare a mochila, a máquina fotográfica e vivencie esta atividade com os olhos atentos as paisagens multidimensionais deste lugar encantador.

Horário de funcionamento: todos os dias, das 8 h às 17 h.

Valor do ingresso: não é cobrado.

Distância de Cambará do Sul: 23 km.

Distância percorrida na trilha: 20 km.

Tempo de Caminhada: 7 horas.

O que levar: calçado reserva para retorno após a caminhada, protetor solar, repelente, água, lanche, boné, roupa leve, capa de chuva, agasalho para frio, calçado confortável que possa molhar, máquina fotográfica e mochila pequena.

Nível de dificuldade: médio, não recomendado para menores de 14 anos, pessoas com problemas cardiovasculares.

Procure levar bastante água e lanche pois a trilha demora em média 7 horas.
Leve sempre um agasalho para frio pois o clima nesta região é bastante instável. Lembre-se que nesta região as estações do ano são bem definidas, só que todas no mesmo dia!!! Pessoas com alergia de picadas de insetos devem carregar sempre consigo medicamento adequado.

Malacara - lianecastilhos.

Malacara - lianecastilhos.

Malacara - lianecastilhos.

Churriado - lianecastilhos.

Região de Entorno

  • Cachoeiras

Cambará do Sul possui um dos relevos mais propícios para formação de cachoeiras. Por situar se no topo do planalto, a região, é rica em nascentes de cursos d’água.

O verão proporciona aos visitantes temperaturas agradáveis para um bom banho em águas cristalinas e refrescantes. Desta forma, Cambará do Sul contempla os turistas com a Cachoeira dos Venâncios e o Passo do S.

A Cachoeira dos Venâncios é um lugar especial pois reúne em seu seio diversas quedas d’água de diferentes alturas. A paisagem que a circunda é extremamente bela pois trata-se de um vale com campos entrecortados por pequenos capões de mata de araúcaria.

O Passo do S é outro lugar com beleza impressionante. Outrora foi ponto de travessia do rio Tainhas, onde tropeiros realizavam a transposição para seguir rumo a centros de comercialização de mercadorias como Caxias do Sul e Porto Alegre.

Hoje porém, é um excelente lugar para se visitar porque possui uma Cachoeira de grande dimensão que impressiona até mesmo o mais insensível observador.

Essas duas cachoeiras são um dos lugares mais adequados para piquenique, camping ou mesmo para relaxar e aliviar a mente e o corpo do stress rotineiro das grandes cidades.

Horário de funcionamento: Todos os dias.

Valor do ingresso: R$ 4,00 Cachoeira dos Venâncios. Passo do S não é cobrado ingresso.

Distância de Cambará do Sul: 23 km Cachoeira dos Venâncios e mais 13 km até o Passo do S.

Distância percorrida nas trilhas: Cachoeira dos Venâncios 2 km, Passo do S 1 km.

O que levar: protetor solar, repelente, água, boné, roupa leve, roupa de banho, calçado confortável, máquina fotográfica e mochila pequena.

Nível de dificuldade: fácil, porém as trilhas possuem subidas e descidas. Recomendado para todas as idades.

Procure visitar as duas cachoeiras no mesmo dia, pois a estrada de acesso é a mesma para as duas, sendo que o Passo do S é um pouco a frente da Cachoeira dos Venâncios. No verão é uma excelente opção como atividade depois da visitação aos canyons.

Cachoeira dos Venâncios - lianecastilhos

Passo do S - lianecastilhos

  • Trilha Furna dos Bugres

A região onde se situa a cidade de Cambará do Sul era habitada, nos primórdios da povoação, por índios Kaingangs.

Tais índios viviam da caça e da coleta de alimentos que as grandes matas de araucárias proporcionavam. Guerreiros, lutaram bravamente contra a ocupação de seus territórios pelos açorianos, que vinham em busca de gado e terras.

Hoje, muito pouco restou dos costumes e tradições Kaingangs, porém ainda é possível observar traços fisionômicos desses antepassados em alguns descendentes.

A furna dos “Bugres” é um dos lugares onde é possível fazer um retrato desses costumes, pois abriga um cemitério indígena escondido em uma gruta encravada atrás de uma bela cachoeira.

O cenário é espetacular e lembra as cenas cinematográficas onde homens selvagens se abrigavam do frio e da chuva.

Não deixe de visitar este santuário arqueológico e natural.

Horário de funcionamento: todos os dias.

Valor do ingresso:R$ 3,00 por pessoa.

Distância de Cambará do Sul: 18 km.

Distância percorrida na trilha: 3 km.

Tempo de Caminhada: 2 h.

O que levar: protetor solar, repelente, água, lanche, boné, roupa leve, capa de chuva, agasalho para frio, calçado confortável, máquina fotográfica e mochila pequena.

Nível de dificuldade: médio, pois possui subidas e descidas bastante íngremes.  Não recomendado para menores de 12 anos, pessoas com problemas cardiovasculares.

Leve sempre um agasalho para frio pois o clima nesta região é bastante instável. Pessoas com alergia de picadas de insetos devem carregar sempre consigo medicamento adequado. No verão é importante levar roupa de banho pois é possível se refrescar na cachoeira.

Furnas - lianecastilhos

Furnas - lianecastilhos

Textos: Andrews Mohr

Fotos: Liane Castilhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: